O fórum de negócios “Angola/Rússia”, que decorreu, na quarta-feira, à margem da visita de Estado do Presidente João Lourenço, juntou mais de 300 empresários russos e alguns angolanos.
Promovido pela Agência de Investimentos e Promoção das Exportações (AIPEX), o encontro serviu para o Chefe de Estado angolano assegurar aos investidores russos sobre todo o ambiente legislativo e financeiro que o mercado angolano dispõe aos que querem nele investir.
Vencer a barreira dos 500 milhões de dólares contabilizados como volume de trocas, embora em muito superam já os 25 milhões obtidos em 2012, é uma das principais motivações de Angola. O país quer contar com a Rússia no revigorar do sector privado da economia.
“Estou certo que esta minha visita se vai afirmar como um importante marco no fortalecimento da cooperação estratégica entre os nossos dois países, não só no domínio político e diplomático, mas também no domínio económico e social, conscientes de que a Rússia tem uma das economias mais dinâmicas e sólidas da Europa e do mundo e pode, por essa razão, investir em Angola em áreas de interesse e com vantagens recíprocas”, replicou o Chefe de Estado.