As quatro fazendas agro-pecuárias de Camaiangala, Longa, Sanza Pombo e Cuimba, com aproximadamente 45 mil hectares, em processo de privatização pelo Instituto de Gestão de Activos do Estado (IGAPE), estão avaliadas em cerca de usd 110 milhões.
Para esse processo, o Igape prorrogou para até 30 de Setembro, a extensão do prazo de qualificação dos candidatos interessados nas fazendas do Longa (Cuando Cubango) e dos projectos de desenvolvimento agrícola de Sanza Pombo (Uíge), de Camaiangala (Moxico) e do Cuimba (Zaire).
Com esta prorrogação, de acordo com o documento a que a Angop teve acesso, o Igape dá mais espaço aos investidores interessados em estudar os documentos referentes aos activos, bem como proceder visitas às fazendas.
O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), em representação do Ministério das Finanças (MINFIN) é o responsável deste processo de licitação de activos.