Cinquenta mil produtores da província do Zaire serão cadastrados no portal do Ministério da Economia para a divulgação da produção local, no âmbito do Programa de Apoio à Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).
A informação foi avançada ontem, quinta-feira à imprensa, em Mbanza Kongo, pelo técnico do Ministério da Economia, João Kossi, durante a apresentação do referido portal ao governo local.
O referido portal, segundo explicou o responsável, será utilizado pelos produtores nacionais que queiram comercializar a sua produção por esta via, independentemente da quantidade, qualidade e região de cultivo.
“O portal dará visibilidade à produção nacional, fazendo com que os produtores, fazendeiros e empresários possam expor e comercializar os seus produtos além-fronteiras”, referiu.
Para o efeito, disse terem sido selecionados 42 produtos da cesta básica, com realce para ovos, abacaxi, farinha de trigo, açúcar, água de mesa, feijão, banana, citrinos, milho, jinguba, entre outros produtos.
“Não estamos a olhar só para os grandes produtores ou empresários. Queremos a envolvência de todos os produtores espalhados em diversas localidades do país”, acrescentou, para quem está naquelas circunscrições onde há dificuldades de internet, os produtores devem dirigir-se às administrações municipais para terem acesso aos serviços.