Um memorando de entendimento para a cooperação no domínio dos transportes foi rubricado recentemente, entre Angola e Cabo Verde, na cidade da Praia, e visa definir e consolidar a cooperação nos subsectores da aviação civil, marítimo e portuário.
Rubricado pelo ministro dos Transportes, Ricardo de D’Abreu, e pelo ministro do Turismo , Transportes e da Economia Marítima de Cabo Verde, José Gonçalves, o memorando preconiza os programas que deverão ser desenvolvidos por entidades e instituições específicas de cada um dos países.
No domínio marítimo e portuário, foi feita uma reflexão em torno do memorando assinado em Agosto de 2016 pelas autoridades reguladoras dos dois países, de forma a permitir desenvolver acções de cooperação técnica entre as referidas instituições, devendo encontrar-se, em Janeiro próximo, em Luanda para actualizar o instrumento, dar início às acções prioritárias e nomear uma nova equipa técnica.
Ricardo D’Abreu foi recebido em audiência pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, com quem analisou, entre outros assuntos, a necessidade da reabertura das ligações aéreas directas entre Luanda e Praia, incluindo a fixação de uma data para a retomada das operações de
voos comercialmente viáveis.
Na cidade da Praia, os dois governos assinaram, igualmente, os instrumentos de cooperação entre a Cabo Verde Airlines e a TAAG, bem como entre a Agência da Aviação Civil (AAC) e o Instituto Nacional da Aviação Civil (INAVIC).