A Sonagás inaugurou recentemente uma unidade contentorizada de enchimento de gás em Saurimo, Lunda -Sul.
Esta iniciativa enquadra-se na estratégia do Conselho de Administração da Sonangol para a expansão da rede de distribuição de gás, para fins domésticos, em todo o território angolano.
Esta iniciativa vai melhorar a distribuição e aumentar o abastecimento de gás butano nas províncias da Lunda Norte e Lunda Sul, desencorajando, também, o uso primário da biomassa (lenha ou carvão) como fonte de energia doméstica.
O evento contou com a presença da governadora provincial, Cândida Narciso, e do vogal da comissão executiva da Sonagás, Paulino Baiona e possibilitou à governadora provincial o enchimento simbólico da primeira botija de gás na província da Lunda Sul.
Trata-se de mais um empreendimento que se enquadra no âmbito do programa de aumento de receitas – Sonaplus – com o consequente aumento de vendas em novos mercados.
Por outro lado, este tipo de acções ajudam a diminuir as assimetrias regionais já que leva o produto para zonas próximas do consumidor final, mesmo em áreas mais remotas da República de Angola.
Refira-se que, para dar suporte à nova unidade de enchimento foram formados sete operadores em gestão de stock, manutenção de equipamento e gestão comercial, no seguimento da política da empresa em qualificar
e valorizar os seus quadros.
A estratégia da Sonangol para a expansão da rede de gás, e a sua utilização para fins domésticos, inclui, em breve, a instalação de uma unidade de enchimento similar, na província da Lunda Norte,
Esta unidade vai permitir reduzir, em muitas áreas do território das províncias diamantíferas, a deflorestação acelerada, provocada pelos habitantes locais que, até aqui, recorrem ao uso de lenha como primeira fonte de energia doméstica.