A empresa sul-africana Spintelligent, virada à prestação de serviços de consultoria, quer incentivar empresários estrangeiros a investir em Angola, através da realização de conferências explicativas sobre as potencialidades do mercado angolano, bem como das facilidades locais de investimentos nos mais variados sectores.

De acordo com um dos representantes da empresa, Lello Sekesseke, que falava à Angop à margem de uma exposição empresarial realizada nesta quarta-feira, em Luanda, a Spintelligent tem em agenda a realização sequencial de encontros entre empresários estrangeiros e nacionais (angolanos), por se ter observado que Angola tem um amplo mercado e oferece boas perspectivas de investimento.

“Notamos que há muitos empresários interessados em investir em Angola. Contudo, notamos que o idioma e o processamento de documentação têm sido obstáculos para muitos investidores, daí que nós estamos a trabalhar no sentido de servir de ligação com as empresas internacionais que pretendem instalar-se em Angola”, disse o entrevistado da Angop, acrescentando que o grande objectivo é ser parceiro do Governo.

Lello Sekesseke disse haver muitas empresas sul-africanas, norte-americanas, e de outros países, com interesses de investir no sector da construção civil, agricultura, e outros ramos de actividades.

A Spintelligent é uma empresa de comunicação integrada e especializada na indústria de concessionárias de água, gás e energia elétrica, e as suas principais actividades incluem publicações impressas e electrónicas, gerenciamento e organização de conferências e exposições, bem como pesquisas em tecnologias voltadas ao consumidor final.