Angola e Cabo Verde serão os mercados prioritários para a internacionalização do grupo português Sumol+Compal, afirmou o presidente da comissão executiva Duarte Pinto, durante divulgação do volume de negócios da empresa. As informações são do jornal OJE, de Portugal.

A Sumol+Compal, que actua no mercado de sumos, refrigerantes e bebidas alcóolicas, estuda a possibilidade de avançar com produção em Angola, para aumentar a participação local. De acordo com Duarte Pinto, a internacionalização é o principal motor de crescimento das vendas do grupo.