A operadora de telefonia móvel Unitel vai, até final deste ano, ligar por cabo de fibra óptica as províncias de Luanda, Huambo, Huíla e Benguela, garantiu terça-feira, na cidade do Huambo, o director-geral da empresa, Amilcar Safeca.

O gestor, que prestou essa informação no final de uma audiência que lhe foi concedida pelo governador do Huambo, Albino Malungo, disse tratar-se de um projecto de âmbito nacional, avaliado em pelo menos 100 milhões de dólares norte-americanos.

Explicou que o projecto visa garantir a transmissão do sinal de telecomunicações da empresa por via terrestre entre os principais centros populacionais do país, sendo que a primeira fase contempla interligações entre Luanda, Huambo, Huíla e Benguela.

O projecto, disse, poderá complementar os serviços de transmissão e recepção de dados através de satélites.

"Hoje para empresa a transmissão via satélite já não é o meio mais adequado, daí o investimento em meios de transmissão por fibra óptica", sustentou a fonte.

Em relação à implementação de outros projectos na província do Huambo, Amilcar Safeca disse estar em curso o programa de expansão dos serviços da empresa a todos os municípios.

"Dentro de dias, vamos estabelecer as comunicações no município de Ucuma e até ao final do ano teremos 90 porcento da província coberta com os serviços", garantiu.