Doze mil milhões setecentos e quarenta e dois milhões 704 mil e 900 dólares norte-americanos é o valor global de cinco projectos de investimento aprovados pela Unidade Técnica para o Investimento Privado (Utip), durante o I trimestre deste ano, com o objectivo de aumentar a produção interna e criar novos postos de trabalho.
Do montante global, a maior quota recaiu para o sector produtivo, com destaque para a indústria transformadora, que contou com quatro projectos aprovados e avaliados em doze mil milhões 170 milhões 955 mil e 900 dólares, indica uma nota de imprensa chegada hoje à Angop.
O sector do comércio beneficiou igualmente de 571 milhões 749 mil dólares do valor total, resultante da aprovação do quinto projecto estruturante, que visa modernizar e melhorar a rede de distribuição da produção nacional. Os projectos aprovados, maioritariamente tiveram origem do investimento externo, destacando-se os projectos de implantação de uma refinaria de petróleo, na província do Namibe, e a construção de supermercados do grupo empresarial “Shoprite”, nas restantes províncias do país. Estes dois projectos representaram 99 por cento do volume de investimento aprovado no período em análise.
A implementação destes projectos, nos termos declarados, irá criar pelo menos nove mil 311 postos de trabalho directos, destinando-se a maior parte para categorias de base, com impactos importantes na redução da pobreza e no combate ao desemprego.
Em 2016, a Utip aprovou projectos avaliados em vinte e um mil milhões de dólares norte-americanos rubricados com empresas interessadas em investir em Angola nos mais variados sectores da economia nacional.
O valor resulta de 42 projectos com contratos celebrados pela Utip, no qual muitos deles já foram concretizados nas diversas regiões do país, que tem contribuído de forma significativa no processo de diversificação económica. A Unidade Técnica para o Investimento Privado presta serviço técnico especializado de apoio permanente ao Titular do Poder Executivo, encarregue pela preparação, condução, avaliação e negociação de projectos de investimento privado, cuja aprovação nos termos da Lei do Investimento Privado e respectivo regulamento seja da competência do Presidente da República.
É da competência da Utip a recepção e a análise das propostas de investimento de montante superior ao contravalor em kwanzas, equivalente a 10 milhões de dólares.