Cerca de 300 toneladas de trigo correspondente a 200 hectares de plantação estragaram na fazenda Vinevala, no município do Chinguar, província do Bié, por falta de máquinas para a colheita.
O proprietário da fazenda “Vinevala”, Alfeu Vinevala, revelou ao JE ter alertado as autoridades sobre esta situação, mas que não teve resposta positiva.
O fazendeiro disse que a previsão era colher este ano cerca de 400 toneladas de trigo. “Tínhamos plantado 200 hectares este ano para mostrar que podemos plantar grandes quantidades, porque a província tem potencial no âmbito da diversificação da economia”, justificou.
O agricultor lamenta o facto ocorrido e diz que o mais triste foi ter constatado numa das fazendas do Fundo Soberano de Angola, localizada no município de Camacupa tractores e outras máquinas a estragarem sem ser utilizadas. “Por pouco chorei”, desabafou.
Sublinhou que a alternativa foi colher 30 hectares de produção manualmente, um processo que considera demorado e dispendioso.
Acrescentou que com essas dificuldades a produção será reduzida para menos de 20 hectares no presente ano agrícola.
“Em função da escassez de divísas muitos empreendedores estão com dificuldasdes de aquisição de máquinas fora do país, mas se houvesse um esforço da parte do Governo evitar-se-ia o pior”, rematou.
A fazenda tem mais de 500 hectares de terra arável para o cultivo de trigo.