Os munícipes dos bairros periféricos de Fátima, Chiva, São José, Cacilhas, Santa-Teresa e Ngulonda arredores da cidade do Huambo, apontaram as áreas críticas que merecem uma intervenção urgente do Programa Integrado de Intervenção Municipal (PIIM), como a reabilitação das vias terciárias e secundárias, fornecimento de água, construção e equipamento hospitalar, bem como o aumento de salas de aula.
Numa ronda feita pelo JE, os munícipes auguram o programa Integrado de Intervenção Municipal venha trazer soluções na oferta dos serviços sociais básicos as populações desta urbe.
Cândido Boano Canjumbo morador do bairro de Fátima, apontou que a falta de água, centro e postos de saúde, e medicamentos para assistir os doentes que ocorrem a várias unidades sanitárias tem sido um problema. Para não dizer das vias de acesso que muitas delas estão degradadas.
Na opinião as chuvas que se avizinham é necessário que a Administração Municipal do Huambo, faça trabalhos de terraplanagem nestes bairros que muito esperam no sentido de dar uma nova imagem.
“Os problemas hoje são semelhantes em todas as aldeias e bairros por isso, a execução do PIIM, deve ser estendidas aos quatro cantos da província do Huambo”, disse o cidadão.
O administrador municipal do Huambo, João Manuel Calão Figueiredo disse aquando da apresentação do (PIIM), que o programa visa melhorar a vida da população sobretudo na criação de bens e serviços.
O sector de Educação, Saúde, Água, requalificação das vias terciárias, secundárias, distribuição de energia estão dentro das prioridades traçadas pela administração municipal do Huambo.
Tendo acrescentado que a intervenção vai abranger todos os sectores da vida socioeconómica do cidadão, mas de forma faseada visto que não será possível arrancar com todos os trabalhos de uma só vez atendendo a quantidade dos valores e do pessoal qualificado para a execução dos trabalhos.