No interior dos supermercados, esta semana, o movimento maior vê-se nas filas aos multicaixas ao invés da tradicional corrida às compras. Por cada caixa registadora, ao menos até quarta-feira desta semana, era notória uma procura à medida da oferta, pois que os clientes passavam pelas prateleiras, viam os preços e anotavam, alguns nos blocos com que se faziam acompanhar. Do lado dos preços, embora com subida nuns e descidas noutros, uma tendência também já costumeira, alguns produtos centram mais a atenção. Tal comportamento foi visível nas montras das frutas, por onde a banana de mesa e o mamão eram, ao menos no Kero do Morro Bento e no Maxi da Samba, dos locais com alguma concentração de clientes a escolher o melhor do exposto. Na loja do Candando Morro Bento também viveu-se relativa calmia só não fosse a hora de ponta em que a praça da alimentação parecia trazer jovens e famílias, uns para compras e outros, no intervalo das aulas, pareciam lá ir degustar alguma iguária ao almoço. O Shoprite do Benfica, numa loja agora mais arejável face ao aumento do espaço de venda, a padaria, ao cair do dia, era a secção com um certo público concentrado, mas de pronto respondido pela equipa bem humorada que aquecia as compras na mesma temperatura dos fornos que faziam sair pão torrado para o deguste. Ainda assim, os próximos dias são para continuar-se a vigiar tanto a tendência dos preços quanto ao comportamento dos que compram. Na última edição, neste espaço sobre as compras, o JE publicou dois preços de alguns mesmos produtos, isto é um preço no quadro à direita e outro no gráfico abaixo, por erro de edição. Os preços certo eram os do quadro ao lado. Pelo sucedido pedimos desculpas aos operadores que todas as semanas disponibilizam os preços para esta rubrica. A equipa do Hora das Compras mantém o compromisso de seriedade e rigor nas matérias que divulga nessa página dedicada aos clientes e operadores do mercado nacional de distribuição.