A província do Cuanza Sul, com uma população de 2,1 milhões de habitantes e área territorial de 55.660 quilómetros quadrados, é um dos mercados abastecedores de Angola.
É famosa pelas suas pinturas rupestres, produção de café, agro-pecuária e pesca.
Para os investidores que conhecem o mercado local, não faltam oportunidades na agricultura e sectores relacionados, tendo em conta a melhoria das infra-estruturas.
No agro-negócio destacam-se a fazenda de Santo António bem como o projecto “Aldeia Nova”.
A fazenda de Santo António, no mercado há mais de uma década, num investimento de 45 milhões de euros, e com mais 10 milhões planeados, é a maior quinta irrigada de Angola, com cinco mil hectares de cultivo e 1.200 cabeças de gado.
O projecto “Aldeia Nova” é apoiado por 700 pequenos agricultores e respectivas famílias em 14 aldeias próximas. Financiado pelo Governo angolano, em conjunto com um grupo israelita, fornece os animais e os alimentos, remunerando os trabalhadores em função da produtividade e deduzindo os custos.
Por dia são produzidos seis mil litros de leite, usado em manteiga, queijos, gelados e iogurtes.
A produção de carne traduz-se em seis toneladas por semana, mas é o número de ovos que mais impressiona: 250 mil por dia.
Por ano, a “Aldeia Nova” também vende 1 milhão de litros de óleo de soja.

Produção
A industrialização está centrada para a transformação e extracção madeireira, com serrarias e marcenarias. A sua presença é registada nos municípios de Seles, Libolo e Amboim, onde existem grandes quantidades de eucaliptos, pinheiros e gravilhas.
Já a actividade mineral de cunho industrial regista a extracção de diamantes, calcário, areia e seixo.
Ainda registam-se as actividades industriais de fabricação de bebidas, de estalagem e reparos de embarcações.
Com a chegada da energia proveniente da barragem hidroeléctrica de Laúca e posteriormente de Caculo Cabaça, acredita-se que o sector industrial terá outro impulso.
A província é dividida administrativamente em 12 municípios e 32 comunas, sendo constituída pelos municípios de Amboim, Cassongue, Cela, Conda, Ebo, Libolo, Mussende, Porto Amboim, Quilenda, Quibala, Seles, Gabela e Sumbe.