Os municípios do Caimbambo, Chongorói, Cubal e Baía Farta são as regiões a nível da província de Benguela que estão a sentir a seca que assola o Sul de Angola.
Sendo uma província que tem no sector agropecuário o seu potencial, está a ser implementado numa primeira fase, nos municípios do Chongorói, Caimbambo e Baía Farta, o projecto de recuperação da agricultura na província, avaliado em mais de um milhão de dólares a ser financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento (FIDA), numa iniciativa coordenada pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA).
Criação de gado
Dados fornecidos pelos serviços de veterinária obtidos após a recente campanha de vacinação, apontam para um efectivo controlado de 90 mil animais na província de Benguela.
Cerca de 80 por centro do gado que Benguela possui pertence a criadores tradicionais.
Com apenas dez meses de existência a Cooperativa de Criadores de Gado de Benguela está preocupada em minimizar custos com a preparação de terrenos, com o desmatamento e picadas de acesso de áreas de pasto para apoiar os criadores e por isso com o apoio do governo provincial.
“Queremos criar condições para o criador se sentir confortável para poder produzir e não colocar em risco e investimento que pode fazer em animais”, afirmou o presidente da Cooperativa dos Criadores de Gado de Benguela, Paulo Flora.
O presidente da Cooperativa dos Criadores de Gado de Benguela, Paulo Flora, defende que uma das principais consequências da seca é o facto de interferir no quadro natural da reprodução do animal e devido a isso, “começamos a sentir grandes necessidades na previsão do futuro, que é a reprodução”.
O município de Caimbambo constitui actualmente a maior zona de criadores, por isso Paulo Flora fala num plano de acção para aquele município, que engloba a organização, o tipo de raças que se vão produzir, pelo facto de produzir melhor carne, ter melhor rendimento e melhor reprodução naquele espaço geográfico do país.

Factores da seca em Benguela
De acordo com o engenheiro agrónomo Lucas Pinto, a combinação dos factores, deserto do Namibe que se prolonga por Benguela através da Baía Farta e Canjala seguindo para a províncias do Cuanza Sul e a presença da Corrente Fria de Benguela, constituem factores suficientes para que a província de Benguela observe períodos de seca e inundações, o que leva a que estes dois fenómenos passem a fazer parte do nosso léxico.