No placar da embaixada brasileira foi possível constatar que o preço do visto varia de acordo com a nacionalidade de quem quer visitar aquele país da América Latina.
Para os angolanos interessados em viajar para o Brasil, a emissão do visto custa 100.800 kwanzas.
O cidadão americano residente em Angola, se quiser visitar o Brasil, paga 89.600 kwanzas, menos 11 mil em relação ao angolano, australiano (67.200) e chineses (64 mil).
As outras nacionalidades pagam o equivalente a 44. 800 kwanzas. Os vistos para estudantes, trabalho, férias, motivos religiosos custam 56 mil kwanzas.

Outros serviços
Além da emissão de vistos, o centro oferece outros serviços. Na embaixada brasileira, por exemplo, uma cópia de qualquer documento custa 150 kwanzas.
Os serviços de internet são grátis.
A mensagem para lhe alertar que o visto já foi emitido ronda os 560 kwanzas e assistência para preencher a folha de visto custa 4.480, totalizando 10.780.
As taxas adicionais para os serviços na emissão de vistos para Ucrânia e França rondam os 7.700 kwanzas, sendo 215 para cópia, 645 para receber a mensagem de alerta que o visto já foi emitido.
A partir do serviço de apoio ao cliente da operadora móvel Unitel, o custo de cada mensagem internacional ronda 21.7 kwanzas, o equivalente a 2.17 UTT. As mensagens nacionais o custo ronda 13.06 kwanzas, cerca de 2.17 UTT, incluindo o IVA. AS