Os Ministérios vão ser responsávbeis em 2019 por 78,5 por cento da implemntação do programa de Investimentos Públicos.
De acordo com informações do Ministério das Finanças (Minfin), estes ficam com 839 mil milhões de kwanzas do total de mais de um trilião de kwanzas que está já previsto para atender esta rubrica orçamental em 2019.
O documento do Minfin avança que os governos provinciais ficam com 102 mil milhões de kwanzas (9,6 por cento), os municípios com 78 mil milhões (7,3 por cento) e outros agentes públicos abosrvem os restantes 49 mil milhões de kwanzas (4,6 por cento).
Ao todo vão ser executados 2.382 projectos.
O valor do financiamento para as execuções vão ser em 85% através de linhas externas de crédito e o restante 15% com recursos ordinários do Tesouro e financiamentos internos.
Em 2018, as despesas com o Programa de Investimentos Públicos inscritas no OGE 2018 estão avaliadas em kwanzas em 934 biliões, 659 milhões, 526 mil e 523 kwanzas, sendo 75 % da despesa financeira por fontes externas e 15% financiado com o Recursos Ordinárias do Tesouro (ROT).
A projecção das receitas não petrolífera para 2019 esta avaliada em 1.626,30 mil milhões de kwanzas, um valor que vai sofrer actualização na fase final da preparação do OGE 2019. Enquanto isso, a receita petrolífera foi projectada com base numa produção anual de 608,6 milhões de barris e diária de 1,65 milhões, ao preço de exportação de 65 dólares americanos. IL