O Banco de Negócios Internacional (BNI), uma das mais representativas nas grandes transacções comerciais no país, apurou no final do exercício de 2012 um resultado líquido de 3. 378,5 mil milhões de kwanzas, que corresponde a um lucro por acção de 1,6 mil milhões de kwanzas.

Estabelecido no mercado nacional em 13 províncias, com um total de 569 colaboradores e 62 agências, o BNI serviu em 2012 um total de 95.896 clientes. Estes indicadores associados a uma gestão ousada, comprometida com as boas práticas de governação e
a satisfação dos clientes, permitiu atingir valiosos resultados, como superar os 95.983 mil milhões de kwanzas em
recursos de clientes.

Para o BNI, o ano 2012 fica marcado pela forte aposta na melhoria da sua marca, apresentando- se ao mercado com uma
imagem renovada, nova identidade e logótipo.

Assim, os recursos totais de cientes situaram-se em 12.540 mil milhões de kwanzas, tendo os fundos próprios regulamentares
crescido 32,5 por cento em relação a 2011, situando-se agora em 21.183,4 mil milhões de kwanzas.

O exercício findo fica ainda marcado pela dinâmica empreendida, visando um novo posicionamento estratégico em termos
de imagem, pela inauguração da nova sede social albergando todos os serviços centrais, permitindo novas condições de funcionamento para os seus colaboradores e de atendimento aos clientes.

Formação
Em 2012, o banco prosseguiu com as acções de formação, visando uma melhor preparação dos seus quadros, tendo o número de colaboradores crescido 22,6 por cento.

A sua actual penetração em 13 províncias do país atingiu um total de 62 balcões, perspectivando- se já no presente exercício a cobertura total das três restantes províncias onde ainda não estão presentes, prosseguindo assim com a sua política de implantação junto dos clientes, o que significa ultrapassar os 70 balcões.

Para este ano colocam-se alguns desafios, dos quais se destacam a contínua formação dos quadros, intensificada pelo lançamento
de uma plataforma de learning, o desenvolvimento e segmentação dos cartões de crédito e de débito com a aposta em cartões
co-branded, que lhes permitirão criar novas sinergias com diversas empresas, aumentando as possibilidades de cross-selling.

As novas tecnologias serão igualmente objecto de atenção por parte do banco, com a aposta em sms banking e no desenvolvimento
das opções da nossa plataforma de internet banking, criando condições para aumentar a adesão de novos clientes.

Assim, o BNI continuará a prestar atenção à entrada de novos parceiros no mercado financeiro nacional e equacionará as várias
alternativas, em termos de parcerias futuras que se lhes venham a colocar, visando o seu crescimento sustentado.

A direcção do banco apostará ainda em acções de responsabilidade social, com apoios à infância, através de patrocínios a escolas e
aos cidadãos séniores mais carenciados, através de patrocínios a lares de terceira idade.

Unidades de negócio No final de 2012 a unidade de negócio “prime corporate” detinha 48 clientes (0,05 por cento da rede),
atingiu 27.959,8 mil milhões de dólares em recursos de clientes (25,57 por centro da rede) e 11.777,1 mil milhões de kwanzas em crédito concedido (15,46 por cento da rede), tendo no final do exercício, atingido os 95.896 clientes, mais 35.227 que em 2011.

No mesmo ano, a carteira de clientes do banco registou um crescimento de 58,06 por cento, ou seja, um acréscimo de 35.227
clientes em relação a 2011. A rede de balcões ao longo do país aumentou de 50 para 62 unidades no mesmo período.

Os recursos de clientes registaram, um crescimento de 27,20 por cento, atingindo os 109.853 mil milhões de dólares.

Os recursos de clientes em moeda nacional e em moeda estrangeira, representaram 63 e 37 por cento, respectivamente, do total da carteira.
No exercício em análise, o banco deu continuidade a massificação dos produtos “bankita”, tendo em conta a parceria com o BNA visando a proliferação dos serviços bancários em todo país através do incremento do nível de bancarização da população.

No entanto, o banco concluiu o ano com um total de 5.907 contas bankita abertas, mais 4.909 que no período homólogo,
perfazendo um crescimento de 491,88 por cento. Os recursos de clientes bankita registaram, um crescimento de 579,77 por cento, cerca de 33.489,1 mil milhões de kwanzas, atingindo os 39.449 mil milhões de kwanzas, contra 60 em 2011.

Os depósitos à ordem e a prazo representavam, 96 e 4 por cento, respectivamente, do total dos recursos de clientes “bankita”.

A carteira de crédito registou um incremento de 20,38 por cento, atingindo os 791.280 milhares de dólares. O crédito concedido
aos clientes em moeda nacional reflectiu 74 por cento do somatório da carteira em 2012.

Até finais de 2012, o BNI detinha uma quota de mercado de 2,60 por cento para os recursos de clientes e de 2,68 para o crédito.