Pelo menos 57 propostas de investimentos privados, no valor de 502 milhões de dólares, deram entrada na Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), desde Maio último, período em que entrou em vigor a nova Lei de Investimento Privado.
Durante um encontro de apresentação da referida lei a consultores e empresários angolanos, o presidente da AIPEX, Licínio Vaz Contreiras, disse à imprensa que, dos investimentos aprovados, 30 por cento são do sector privado estrangeiro e 70 por cento dos investidores nacionais.
A Agência, segundo o gestor, está a trabalhar na celeridade dos processos daqueles sectores que contribuam no aumento da produção e fomento das exportações.
Os projectos sob avaliação da AIPEX poderão gerar emprego e contribuir para maximização das exportações.