Os ministros das Finanças de Angola e de Cabo Verde, assinaram ontem, em Luanda, acordos bilaterais para evitar a dupla tributação. Archer Mangueira e Olavo Correia assumiram os acordos de Assistênciai Administrativa Mútua em Matérias Aduaneiras e de Assistência Administrativa Mútua em Matéria Fiscal. Segundo o ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira, que falava no acto das assinaturas, estes compromissos revestem-se da maior importância para a cooperação entre os dois países.

Reciprocidade
Os convénios, disse, vêm na sequência da visita oficial que o vice-primeiro ministro e ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, realizou ao nosso país em Maio do corrente ano. O governante informou também que o objectivo fundamental do Acordo para Eliminação da Dupla Tributação é o incremento do Investimento Directo Estrangeiro, com reflexos, por exemplo, no crescimento da economia, na transferência de conhecimento e de competência, na construção de infra-estruturas e no aumento do emprego e do nível de vida das populações. Por outro, o lado o vice-primeiro ministro e ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, disse que o acordo assinado vem da coerência de outros já estabelecidos para destacar o Acordo para a Livre Circulação de Pessoas, a isenção de vistos entre os dois países e agora estes novos três acordos.“É importante que enquanto políticos e dirigentes criar condições para que haja livre circulação de pessoas, bens e capitais concretamente no espaço da CPLP”, afirmou.