O Banco Angolano de Investimentos (BAI) publicou, recentemente, na sua página na internet que as operações financeiras passaram a observar, a partir de 1 de Junho, novas tabelas de comissões.


A título de referência, as operações de levantamento de divisas nas contas à ordem passam a ter taxas com uma comissão de 2,5 por cento do valor movimentado.

Trimestralmente, pelas manutenções de contas passam a ser cobrados iguais 2,5 por cento. Para as contas em moeda nacional, a taxa é de 125 kwanzas. O valor anual é de 500 kwanzas e 10 dólares, respectivamente. Nestas operações, o imposto de selo fixou-se em 0,70 por cento.

O BAI informa, igualmente, que para as contas dormentes (aquelas em que ninguém reclama a propriedade) serão cobrados, trimestralmente, para a natureza em kwanzas 3,0 mil e para a em dólares 30. Anualmente, o valor estabelecido é de 12 mil e 120 dólares, respectivamente. O imposto de selo é de 0,70 por cento.

A emissão do extracto e da 2ª via bordereau é isenta para contas em kwanzas e 1,0 dólar para esta natureza.

Cartões de débito
Os cartões de débito, vulgo multicaixas, continuam a ter comissões nula, mantendo-se em alinhamento com as estratégias de criação da Emis e de promoção da utilização massiva deste meio de pagamento.

Já para os cartões de crédito, a medida do Banco Angolano de Investimentos (BAI) prevê que a reemissão por caducidade do cartão Visa custe ao cliente um valor total de 1.500 kwanzas.

Quanto à anuidade nas operações com os diferentes cartões, está previsto que, para o Visa BAI Classic, o titular na sua primeira anuidade pague 4,0 mil kwanzas. Nos anos seguintes, os valores mantêm-se.

Para o BAI Gold, as taxas e comissões ficaram estabelecidas nos oito mil kwanzas.

Por sua vez, o BAI Platina vai custar em comissão anual ao cliente um total
de 12 mil kwanzas.

Para os cartões de crédito “Amex”, a anuidade no primeiro ano ficou em 300 dólares para o titular, enquanto os outros titulares deverão desembolsar até 100, isto na primeira e anuidades seguintes.

Em caso de atrasos no pagamento, o cliente deverá pagar 4.800 kwanzas ou 6,0 por cento/mês no caso dos
cartões em dólar.

Abertura de conta
Para a abertura de conta, O montante mínimo na agência sede, Monumental e Avenida são de 40 mil kwanzas ou 500 dólares. Nas demais, 15 mil ou 200 dólares, dependendo da natureza optada.

Os funcionários públicos continuam isentos do montante mínimo para a abertura de conta no banco.

Transferências
O banco avança, por outro lado, que nas operações de transferências interbancárias são cobradas comissões, dependentemente do ponto em que se emite a ordem.

Em balcões, as transferências intrabancárias (de uma conta à outra do mesmo banco) são isentas de comissões. Quando é de um banco para o outro, ainda através do balcão, a comissão de emissão é de 0,40 por cento.

As despesas de comunicação são 500 kwanzas. Iguais valores são cobrados no caso de as operações serem efectuadas via internet. Ainda neste particular, a administração do banco informa existir uma cobrança mínima de 400 kwanzas e uma máxima de 2.500, independentemente do percentual da comissão.

Conforme comunicado do banco, os clientes podem junto dos balcões obter mais informações sobre o âmbito e aplicabilidade das novas medidas.