A visita aos tradicionais cinco supermercados de levantamento de preços, esta semana, buscou verificar uma vez mais a regularidade da tendência de descida dos preços, comportamento observado há já algum tempo.
Como se não bastasse, algumas enchentes e forte corrida a determinadas secções dos estabelecimentos chamam à atenção sobre eventuais promoções, na maioria deles ligados aos electrodomésticos. Aliás, quando em promoçôes, os supermecados tentam colocar à vista do cliente algum chamariz nesse sentido.Nesta semana, no caso do Alimenta Angola, está a promover o açucar, a água de mesa e a farinha de trigo, depois de nas semanas anteriores ter registado uma corrida à carne bovina e fuba de bombó. O quilo de carne abatida, muito apreciada pelas famílias, esteve à venda por 3.640 kwanzas, contra os habituais 4.629.
Guilhermino Anánias disse que, antes da crise, com 20 mil kwanzas comprava-se o suficiente para a sua família. Hoje, esse cenário mudou. “Compro frutas e verduras, dois litros de óleo vegetal, água mineral, manteiga, arroz e açucar se tanto”.