Mais do que falar em benefícios à saúde, sobre a banana vale mais ressaltar o lado da satisfação plena do mercado quanto à procura e oferta, fruta de uma aposta acertada das autoridades do Governo e investidores privados nacionais.
Se há algum tempo houvesse quem duvidasse, neste momento, a saturação que o mercado mostra na oferta da banana concretiza a visão de tornar Angola auto-suficiente no produto, que também já é exportadobpara países vizinhos e Portugal.
Em cinco supermercados que visitamos esta semana foi notória a presença da banana, embora rivalizasse com outros produtos da secção “Frutaria”. Mas no preço a banana é imbatível. São kz 165 pelo quilo, e mesmo quando comprada na rua, ainda que não se recomende tal prática, lá também o quilo medido a vista e estimativavnão excede os kz 200.
O que se nota, vezes sem conta, é mesmo que há banana suficiente e capaz de alimentar um programa nacional de consumo obrigatório diário, bi ou trisemanal dessa fruta.
Também não é demais relembrar que em Junho, no Bengo, acontecerá a tradicional “Feira da Banana”.