Os funcionários do Executivo da província do Bengo poderão, brevemente, se beneficiar de crédito com uma taxa de juro bonificada.

O acordo foi assinado entre o Governo da Província do Bengo e a administração do Banco Internacional de Crédito (BIC), em Caxito.

Da parte do banco, rubricou o documento o presidente do Conselho de Administração do BIC, Fernando Teles, e do vice-governador para o Sector Económico, Domingos Guilherme, numa cerimónia testemunhada pelo governIador do Bengo, João Bernardo de Miranda.

Na ocasião, o PCA do BIC manifestou a sua satisfação e esclareceu que o protocolo é uma forma de ajudar as pessoas a terem melhores condições de vida e contribuir para um maior desenvolvimento da província e dos trabalhadores.

O bancário disse que o acordo prevê uma taxa de juro bonificada em kwanzas de nove por cento, que, no seu entender, é boa porque está praticamente semelhante à inflação.

Informou que o BIC assume o compromisso de abrir duas agências no Piri e em Kibaxe, ambos no município dos Dembos, no próximo ano e reiterou a disponibilidade do banco em abrir novos balcões. Fernando Teles afirmou que o banco BIC pretende abrir balcões em municípios em que não haja lucro imediato, mas que possa contribuir para o desenvolvimento da província.

O vice-governador do Bengo para o Sector Económico, Domingos Guilherme, salientou que o protocolo trará benefícios acrescidos para os funcionários do governo do Bengo, uma vez que poderão ter acesso ao crédito habitação, automóvel e de consumo.