O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) aprovou no decorrer de 2008, créditos no valor de 8,7 mil milhões de kwanzas, correspondente a cerca de 116 milhões de dólares americanos, dos quais dois mil milhões em operações indirectas via bancos comerciais.

O BDA refere, numa nota de imprensa a que Angop teve acesso nesta quarta-feira, em Luanda, que os financiamentos no segundo semestre de 2008 elevaram-se a 6,1 mil milhões de kwanzas, contra Akz 2,6 mil milhões concedidos no primeiro semestre.

Segundo o documento, foram financiados diferentes projectos inseridos nos sectores da agricultura, pecuária, agro-indústria, indústria de materiais de construção, comércio e serviços, os quais, se estima, irão gerar mais de 1770 postos de trabalho directos.

No sector da agricultura, afirma, destacam-se os projectos localizados na província do Kwanza Sul (Quibala, Cassongue e Porto Amboim), Malanje (Cacuso), Bié (Nhârea e Chinguar) e do Huambo (Caála e Huambo).

No sector da indústria de materiais de construção, o BDA financiou, entre outros, projectos nas províncias da Huíla, do Bengo e de Luanda.

Outros destaques do financiamento do BDA em 2008 são os projectos (três), localizados, respectivamente, no municípios da Quibala, Kwanza Sul e Camacupa (dois), Bié.

No mesmo período (ano 2008), além dos financiamentos realizados de forma directa, o BDA aprovou o financiamento de várias operações indirectas, no âmbito dos protocolos assinados com os bancos Internacional de Crédito (BIC), Fomento Angola (BFA), Keve e de Poupança e Crédito.

Os projectos aprovados em operações indirectas representam um volume global de cerca de dois mil milhões de kwanzas, correspondente a cerca de 27 milhões de dólares norte-americanos e estão inseridos nos sectores da agricultura, pecuária e indústria.