Uma campanha denominada “Diversificar”, que visa influenciar os agentes económicos a adoptar boas práticas de investimento sustentáveis, foi realizada nos dias 20 a 23 deste mês, na província do Cunene, pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).
De acordo com uma nota de imprensa a que a Angop teve acesso, indica que as acções de sensibilização decorreram nas instituições como o Instituto Superior Politécnico do Cunene, o Instituto Técnico de Administração e Serviços e no Complexo Escolar de Oulondelo.
A sensibilização será feita ainda no antigo Palácio, no Anfiteatro do Complexo Escolar Pitágoras, na agência do Banco Económico de Ondjiva, na Delegação do Ministério do Interior, na Casa da Juventude. Deverá ainda ser dirigida aos jovens do município de Namacunde e estabelecimentos comerciais.
“Durante a campanha, os agentes cívicos explicarão aos empresários, empreendedores e aos cidadãos, o contributo que o BDA pode dar para a diversificação da economia do país, concedendo financiamentos àqueles que sejam capazes de criar emprego e aumentar a produção interna de bens e serviços”, lê-se na nota.
O banco pretende estabelecer uma ligação directa entre a aplicação correcta dos recursos do crédito ao investimento, a capacidade para os reembolsar e a continuidade da disponibilidade de novas oportunidades de crédito, criando empregos permanentes e garantindo o retorno do capital investido.
Lançada no mês de Julho em Luanda, a campanha “Diversificar” até ao momento já foi realizada nas províncias do Huambo, Bié, Huíla, Namibe, Cabinda, Cuanza Norte, Malanje, Moxico, Lunda Sul, Lunda Norte, Benguela e Zaire, onde foram sensibilizadas 72 mil e 960 pessoas, 11 mil 946 estabelecimentos comerciais e 181 instituições públicas e privadas.