A iniciativa enquadra-se no âmbito das comemorações alusivas aos 400 anos da cidade de Benguela, na feira internacional que terminou no domingo (21).
Na ocasião, o chefe do gabinete de apoio a directora regional da 4ª região, Heitor Lunda, lembrou que o não pagamento dos impostos implica a aplicação de multas, agravadas com taxas de juro.
“A actividade fiscal esteve adormecida durante algum tempo, devido às dificuldades resultantes da importação do petróleo, esta situação faz com que agora seja necessário pensar em outras formas de angariação de receitas para o Estado”, disse.
Durante o workshop orientado por técnicos seniores da AGT, os participantes foram informados sobre os serviços prestados, tanto a nível das repartições fiscais, como das delegações aduaneiras.
Os técnicos tributários apresentaram, igualmente, o portal do contribuinte, ferramenta electrónica criada com o objectivo de facilitar o pagamento de impostos das empresas garantindo maior comodidade e optimização do tempo.