O “Top Rendimento 16” do banco de Poupança e Crédito (BPC) assume-se como o seu mais novo produto de atracção.
Lançado recentemente na Filda 2017, o “Top Rendimento 16” visa incentivar os agentes económicos a pouparem recursos financeiros e garantir um futuro promissor das famílias e empresários.
Segundo a administradora executiva do BPC, Marília Poças, que falava para os jornalistas durante o lançamento da campanha, com este novo serviço do banco público, os clientes e empresários vão beneficiar dos juros antecipados e dos postergados.
A administradora adiantou ainda que os juros antecipados são efectuados no prazo de 3 a 12 meses, depositando no BPC um valor mínimo de cinco milhões de kwanzas ou um montante máximo de 100 milhões, para beneficiar de uma taxa de juros que varia entre os 12,5 a 16 por cento.
Já para os juros postergados, com prazo de 1 a 12 meses, o agente económico terá que depositar um valor mínimo de 500 mil kwanzas ou um montante máximo de 100 milhões, beneficiando de uma taxa que varia entre os 11 a 16 por cento.
Ser cliente BPC e fazer os respectivos depósitos constituem os principais requisitos para aderir a campanha, que tem a duração de cinco meses, a contar de Julho.
“Nós aproveitamos esta oportunidade na Filda para fazermos o lançamento da nossa nova campanha, que, igualmente, visa transformar o BPC num banco cada vez mais sólido, moderno e ágil”, disse Marília Poças.
A gestora lembrou que o BPC atravessa um momento de reestruturação e recapitalização, visando manter a credibilidade junto dos clientes e contribuir no processo do crescimento económico de Angola.
Com o lema “Cuidar do presente, assegurar o futuro”, o banco estatal esteve na Filda com os seus principais produtos e serviços como os terminais de pagamento automático, a rede visa, entre outros serviços.
Na Filda, o banco arrebatou o prémio “Leão de Ouro” na categoria de melhor participação bancária.