O Presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC) Alcides Horácio Safeca garantiu há dias na cidade do Luena, a reabertura de créditos (BPC Salário) nos próximos dias para pessoas singulares. O anúncio foi feito durante o encontro que a direcção do BPC manteve com os empresários e empreendedores locais para informar sobre os novos critérios para obtenção do crédito salarial. O BPC pretendeu com este encontro reforçar o seu papel de banco operador para o estado angolano, consubstanciado ao plano de reestruturação em curso bem como identificar e avaliar as oportunidades de investimento na região. O banco púbico vai criar novos conceitos de parceria com benefícios mútuos alinhado com as perspectivas de consolidação e aproximar estimular uma comunicação mais vantajosa e directa com a região. Durante o encontro foram apresentados novos pacotes que poderão contribuir para o desenvolvimento da província sobretudo no sector empresarial, numa visão assente na criação de proximidade, para que na execução orçamental e nos investimentos públicos estruturantes, o BPC possa colocar os seus produtos e serviços a disposição com intuito de reforçar e estabelecer parcerias com as direcções provinciais.

Saneamento
O gestor afirmou que o programa de estruturação e revitalização do BPC tem quatro pilares nomeadamente da governação, saneamento de balanço, optimização de custos operacionais, oportunidade e estratégia de transformação, disse assegurando que estes pilares são essenciais de tudo que está a ocorrer no Banco de Poupança e Crédito. “Falando do pilar do saneamento estratégico e de balanço, refere-se que as acções estão a decorrer de forma planeada e os títulos estão em posse de dar créditos a pessoas singulares, que têm os salários domiciliados no BPC de acordo com os critérios gizados pelo banco”. Quanto a revitalização, dos serviços, o responsável bancário disse que já ocorre o que estava estabelecido a nível do plano de 2017. Está em curso o plano de retomada do processo de concessão de crédito para particulares e empresas. A nível da optimização dos custos operacionais está em curso um vasto programa de redução de custos a todos níveis, sobretudo os de funcionamento de instituições, disse. Alcides Safeca assegurou que o BPC aprovou o novo regulamento para crédito, tendo sublinhado que os comités de crédito que vão funcionar em vários níveis vão em breve anunciar os critérios para a concessão de crédito para particulares. O presidente do Conselho do BPC afirmou ainda que a concessão de crédito vai iniciar no I trimestre do ano em curso e nos próximos dias realizar-se-á o processo de assinatura de protocolo com as instituições públicas sendo as primeiras com oportunidades para beneficiar os seus funcionários com o BPC salário. O Banco de Poupança e Crédito, está numa fase de reestruturação e saneamento, por isto, não haverá abertura generalizada de concessão de crédito por enquanto, “Vamos começar de forma faseada o crédito particular, mas estamos a trabalhar num processo a curto prazo para abrir crédito para as empresas. Alcides Safeca anunciou que está aberta uma linha de financiamento do Banco de Desenvolvimento Africano (BDA) para as empresas com uma estrutura organizacional que é capaz de respeitar os critérios estabelecidos. “Os projectos de prioridade para o financiamento têm de ser no ramo da agricultura, pesca, indústria bem como na exploração de madeira e de mel, sendo os recursos que a região oferece”.