No momento da escolha entre as carnes vermelhas e as brancas há factores que influenciam na escolha do que dominar o consumo.
Internamente ainda sente-se um certo domínio dos importados, mas a produção nacional pode ser melhor sustentada, sobretudo pela aposta necessária oferta melhorada da ração animal.
O frango de galinha, o mais consumido, está a custar entre 450 e 750 kwanzas o quilograma. Mas já chegou aos 350 e 420. Também havia mais promoções e poder-se-ia adquirir o produto com menos restrições.
Como se vê no quadro ao lado, o operador Kero é que de momento vende ao preço mais baixo. Os outros há meses que “assentaram” nos 700
kwanzas e de lá não saem.
De qualquer das formas, quer no mercado formal como no informal, quando se trata de produtos do campo as escolhas dos clientes recaem para os nacionais, mesmo quando os preços são praticamente iguais aos dos bens importados. O consumidor, hoje, é cada vez mais exigente na qualidade dos produtos que consome.
E ainda há dúvidas em relação aos conservantes, associados aos preços, geralmente mais caros, os quais têm contribuído para a crescente preferência dos consumidores por alimentos produzidos no país. Leia o quadro ao lado e decida com maior precisão.