“Carta de Crédito na perspectiva do Compliance e do Due deligence” é tema de palestra a ser ministrada por Joaquim Briote, representante do Instituto de Compliance de Angola e especialista em governação corporativa e Compliance, no próximo dia 25, numa das unidades hoteleiras de Luanda.
A iniciativa é da Rede Inovar e tem como objectivo aprimorar os conhecimentos a nível Financeiro, Compliance e também alargar o Business Network dos participantes.
“Due diligence” nada mais é senão a necessidade de uma dada empresa verificar se os seus clientes estão a cumprir com as normas fixadas nos contratos seja para com a empresa seja para os clientes aos quais ela mesma presta serviços. Numa linha curta, “Due diligence” é a verificação se o cliente está alinhado aos normativos do negócio. Em suma, o controlo interno e a “Due diligence” são todos objectos da conformidade.
Já o objectivo do “compliance” é criar uma cultura empresarial ética, e ela ensina-se. Observa, contudo, que não falámos da ética como valores morais, mas sim como conduta empresarial. E isso também ensina-se, controla-se e monitoriza-se. O que não se pode admitir é não fazermos nada, mas esperarmos que haja uma conduta ética nas pessoas ou nas organizações. A ética e o “compliance” andam de mãos dadas. Um não existe sem o outro.