O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola(CPM/BNA) analisou, esta semana, durante uma reunião, a evolução dos factores que determinam o comportamento do nível geral de preços.

Com base nisso, decidiu manter a taxa básica de juro (Taxa BNA) em 10,50 por cento ao ano. A taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez foi mantida em 12,50, enquanto a taxa de juro da facilidade permanente de absorção de liquidez em 1,75.

Durante a sua reunião, o Comité de Política analisou a evolução da taxa de inflação e da taxa de câmbio, bem como os indicadores de crescimento da actividade económica e das contas fiscais e monetárias. Analisou, igualmente, os últimos desenvolvimentos dos mercados internacionais, particularmente o do petróleo bruto, com vista à tomada de medidas de política monetária.

Evolução da economia
No mês de Setembro de 2015, a taxa de inflação mensal, medida pelo índice de preços no consumidor da província de Luanda foi de 1,22 por cento, superior em 0,07 pontos percentuais em relação ao mês anterior. A inflação dos últimos doze meses situou-se em 11,66 superior em 0,65 pontos percentuais, comparativamente ao mês anterior.

A classe “Alimentação e bebidas não alcoólicas”, com 0,57 pontos percentuais, foi a que mais contribuiu para a inflação registada no mês em análise.

Já a de “saúde” e a “bebidas alcoólicas e tabaco” foram as que mais variaram, com 2,63 e 1,96 por cento, respectivamente.
Dentre as demais províncias, objecto de recolha oficial do nível geral de preços, por parte do Instituto Nacional de Estatística (INE), a província de Cabinda foi a que registou a taxa de inflação mensal mais baixa, isto é, de 0,69 por cento, sendo Luanda a província que registou maior variação.

No mesmo período, a luibor overnight situou-se em 11,81 por cento ao ano e nas maturidades de 3 e 12 meses em respectivamente 11,50 e 11,65 por cento ao ano.

De acordo com dados preliminares, divulgados no final da reunião do CPM, no mês de Setembro, o crédito à economia cresceu 13,61 por cento em termos acumulados. Neste mesmo período, os bancos comerciais adquiriram divisas no valor de 1.846 milhões de dólares no mercado cambial, das quais 1.590 milhões ao BNA.

No mercado cambial primário, por sua vez, a taxa de câmbio média de referência no mês de Setembro depreciou-se em 7,57 por cento face ao mês anterior, tendo-se situado em 135,304 kwanzas/dólar.