Com vista ao maior controlo de liquidez no mercado monetário, o Comité de Política Monetária (CPM) do Banco Nacional de Angola (BNA) recomenda que os agentes económicos devem ter a luibor como taxa de juro de referência na contratação de
crédito bancário.

Tendo em conta à tomada de medidas de política monetária que concorram para a estabilidade de preços na economia nacional, o CPM do BNA analisou nos últimos trinta dias, a evolução da inflação, do Produto Interno Bruto (PIB), das contas fiscais e monetárias, bem como a informação recente sobre a conjuntura económica internacional e regional.   

Quanto à economia nacional, as estimativas do Executivo angolano apontam para uma perspectiva de crescimento real do PIB na ordem de 7,1por cento em 2013, face aos 7,4 por cento observados em 2012, com ênfase para o contínuo crescimento da economia não-petrolífera.

Em Julho, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de inflação variou em 0,52 por cento, após uma variação de 0,63 por cento em Junho. O sector mobiliário, equipamento doméstico e manutenção” foi a que registou maior variação de preços, com 0,85 por cento, sendo a alimentação e bebidas não-alcoólicas a que mais contribuiu para a inflação do mês com 0,30 pontos percentuais ou 56,53 por cento.

A inflação acumulada dos setes primeiros meses do ano é de 4,81 por cento, um aumento quando comparado com os 4,80 por cento observados no mesmo período de 2012. Ainda de acordo com os índices do INE, os produtos da cesta básica que mais variaram foram a fuba de bombó (1,11 por cento), a fuba de milho (0,83 por cento) e a carne seca de vaca (0,83 por cento).

Contas monetárias
No sector monetário, dados preliminares do mês de Julho de 2013 indicam uma contracção mensal dos depósitos do sistema bancário, de 0,49 por cento. As taxas de juro dos títulos públicos registaram uma diminuição na generalidade das maturidades. A luibor baixou em todos os prazos e o crédito à economia cresceu 0,44 por cento, no mês de Julho.  

No mês em análise, o stock de reservas internacionais brutas situou-se em 3.411,3 mil milhões de kwanzas, representando um aumento de 2,69 por cento em termos relativos e de 89,5 mil milhões de kwanza  sem termos absolutos, quando comparado ao mês imediatamente precedente.

No mercado cambial primário, a taxa média de câmbio de referência do kwanza face ao dólar norte-americano fixou-se em 95,950 kwanzas em finais de Julho de 2013, tendo-se apreciado em 0,391 por cento.

Evolução económica  
Os diversos ritmos de crescimento das principais economias mundiais representam um desafio para as autoridades monetárias, pelo que nos próximos meses é esperado um período mais agitado, com a realização de eleições alemãs em Setembro, a apresentação dos orçamentos de Estado para 2014 por parte de alguns países da área do euro considerados relevantes, além das expectativas em torno da próxima reunião da FED que se realizará neste mês de Setembro.

No contexto interno, deverá assistir-se a um incremento na execução fiscal durante o terceiro trimestre do ano, conforme previsto na programação financeira do tesouro, com especial ênfase para a execução das despesas de capital.

Decisões
Tendo presente a análise efectuada aos indicadores macroeconómicos, que inclui a evolução recente e as perspectivas para as economias angolana, da região SADC e internacional, o CPM decidiu reduzir a taxa básica de juro - taxa BNA - de 10 por cento para 9,75 por cento ao ano e a taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez de 11,25 por cento para 11 por cento ao ano. 

Decidiu ainda reduzir a taxa de juros da facilidade permanente de absorção de liquidez a 1 por cento para 0,75 por cento ao ano.