A Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA) está preparada para continuar com os processos de inovação e modernização dos serviços prestados aos clientes, considerando esta uma forma de responder ao crescimento do mercado segurador que se regista nos últimos tempos.

Segundo disse, recentemente, o presidente do conselho de administração, Manuel Gonçalves, a empresa que dirige mantém o ritmo de crescimento bastante significativo, uma vez que apesar da chegada de concorrentes não perdeu a dinâmica que a caracteriza.

“Se nós estamos neste momento na posição em que nos encontramos, foi porque lá para trás tivemos a visão suficiente para olhar para frente. É o que fazemos permanentemente. Fazermos uma reflexão estratégica e pensarmos sobre o posicionamento da Ensa daqui a cinco ou dez anos”, disse.

Manuel Gonçalves defende, contudo, uma acção mais visível dos organismos reguladores, a fim de garantir que os competidores (empresas que actuam no segmento dos seguros) possam respeitar os limites impostos.

Presente na 30ª edição da Feira Internacional de Luanda, que decorre de 16 a 21 deste mês, o responsável da Ensa lembrou que as consecutivas participações da seguradora neste certame, servem para ilustrar o interesse da empresa no contacto directo com os clientes e potenciais. Para ele, o fundamental, ao longo destes tempos, tem sido o respeito aos valores de um serviço voltado ao mercado e prestado com equidade e rigor.

Conforme disse, na feira, a Ensa tem mais de 40 produtos disponíveis para o mercado, facto que a coloca numa posição de grande vantagem, em ralação à concorrência.