O ministro das Finanças, Archer Mangueira, visitou há dias a província do Bengo, onde manteve um encontro de trabalho preliminar com a governadora provincial Mara Quiosa e demais responsáveis locais para avaliação do grau de execução física e financeira dos projectos inseridos no Programa de Investimentos Públicos.
Segundo a governadora Mara Quiosa, as obras de infra-estruturas irão trazer melhorias à qualidade de vida da população e conferir maior dignidade em particular a sua capital, a cidade de Caxito.
“Dentre os vários projectos, a nossa prioridade incide sobre o projecto de infra-estruturas integradas. Vamos fazer um diagnóstico e perante este quadro, em conjunto, avaliar a melhor forma de não parar a execução dos trabalhos e que esta seja concluída dentro do prazo estimado”, disse o ministro das Archer Mangueira.
No tocante aos demais projectos, Archer Mangueira disse que vai equacionar as soluções de médio e longo prazos por formas a resolver as principais preocupações apresentadas pela governadora.
Durante a sua estada Bengo, a delegação recebeu uma panorâmica dos principais projectos em curso, destacando-se o Projecto de Infra-estruturas Integradas de Caxito, a construção das infra-estruturas dos 300 hectares das Mabubas e das infra-estruturas integradas do Panguila. Foi lhe apresentada ainda, o projecto de construção da estrada circular de Caxito, numa extensão de 23 quilómetros, da electrificação do Triângulo dos Dembos, incluindo a do Nambuangongo, além de alguns troços de estradas em diferentes municípios e localidades da província.
Nesta deslocação ao Bengo, o ministro o titular da pasta das financas esteve acompanhado por altos responsáveis e quadros do sector.