O ministro do Comércio, Joffre Vandúnem Júnior fez saber que a instituição que dirige trabalhou em articulação com o Banco Nacional de Angola, sob supervisão do ministro de Estado para o Desenvolvimento Económico e Social, Manuel José Nunes Júnior, com vista a dar abertura aos responsáveis dos estabelecimentos comerciais e a consequente garantia de stocks de bens da cesta básica em todo território nacional.
“Cerca de 75 por cento das mercadorias já estão desalfandegadas, sendo que 25 por cento ainda estão em trânsito ou em processo de embarque”, garantiu o ministro.
Questionado sobre a possível especulação de preços que se tem verificado nesta fase do ano, o responsável do comércio referiu que já há uma comissão multissectorial inspectiva a trabalhar, no sentido de controlar, advertir e sancionar os comerciantes que assim procederem.
No entanto, comvista a travar a onde de especulação que se tem verificado um pouco por todo país na véspera da quadra festiva, as equipas de inspecções do Ministério do Comércio e da policia fiscal estão a trabalhar no sentido de conter a prática e melhor prestação de serviço por parte dos agentes económicos.