O levantamento feito pelo Instituto de Preços e Concorrência (IPREC) atesta que, no período de 17 a 21 deste mês, 16 dos 32 Produtos de Preços Vigiados registaram uma queda de preços.
Conforme avança o IPREC na sua publicação que foi retomada pela página de internet do Ministério das Finanças, nos supermercados de Luanda, o sabão em barra (17,98 por cento) e o pão bola (15,26) foram os Produtos de Preços Vigiados (PPV) que registaram maior redução de preços. Em contrapartida, a alface (15,40 por cento) e a fuba de mandioca (7,99) foram os que maior aumento
de preços registaram.
O Regime de Preços Vigiados está previsto no Decreto Presidencial n.º 206/11, de 29 de Julho e regulamentado pelo Decreto Executivo n.º 77/16, de 15 de Fevereiro. Este último define as regras e procedimentos para a fixação e alteração dos preços praticados nos diferentes regimes, bem como os mecanismos para o desempenho da actividade de controlo
e fiscalização de preços.

Variação

O Índice de Produtos de Preços Vigiados (IPPV) registou uma variação de menos 1.54 por cento, na semana de 17 a 21 de Julho, superior em 0,81 pontos percentuais ao período
de 10 a 14 de Julho de 2017.
Trata-se da segunda variação negativa do Índice de Produtos de Preços Vigiados (IPPV) em duas semanas. A análise homóloga (mesmo período do ano anterior) espelha uma redução de 5.08 pontos percentuais, comparada aos 2,74 por cento da semana anterior.
O IPREC tem a missão de acompanhar o comportamento dos agentes económicos e garantir que não haja especulação na oferta dos produtos básicos.