A colecta fiscal na Repartição Fiscal de Malanje arrecadou um total de 1, 8 mil milhões de kwanzas, no primeiro semstre deste ano, o que representa um acréscimo de mais de mil milhões de kwanzas, comparativamente a igual período de 2016, conforme reportado pela Agência Angolana de Notícias (ANGOP).
De acordo com o os dados avançados pelo chefe da Repartição Fiscal de Malanje da 2ª Região Tributária, Sebastião Francisco António, no ano transacto foram arrecadados apenas pouco mais de 739 milhõesde kwanzas.
O responsável destacou o pagamento de impostos sobre rendimento de trabalho e de consumo, bem como de taxas de circulação, tendo acrescentado que do valor arrecadado, mais de 30 milhões de kwanzas resultaram do IPU (Imposto Predial Urbano).
Apesar do valor ser significativamente superior ao dos anos anteriores, Sebastião Francisco António disse haver ainda necessidade da subida cada vez mais das receitas a arrecadar, tendo em conta o número de imóveis existentes na província de Malanje.