O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (CPM//BNA) decidiu, recentemente, manter a taxa básica de juro - Taxa BNA – em 12 por cento ao ano, a de facilidade permanente de cedência de liquidez em 14 e a de absorção de liquidez em 1,75.

Na reunião de 29 de Fevereiro, o BNA analisou a evolução dos principais indicadores macroeconómicos, incluindo o nível geral de preços, influenciado, essencialmente, pelo ajustamento dos preços administrados e pela variação da taxa de câmbio.

O Comité de Política Monetária (CPM) analisou também a evolução dos indicadores dos sectores real, fiscal, monetário e externo referentes ao mês de Janeiro de 2016, bem como o comportamento da economia mundial. No encontro, foi prestada particular atenção aos factores que determinaram a trajectória recente dos preços na economia nacional.

Evolução da economia
No mês de Janeiro de 2016, a taxa de inflação mensal, medida pelo índice de preços no consumidor da província de Luanda foi de 3,43, superior em 1,83 pontos percentuais em relação ao mês de Dezembro de 2015. A inflação dos últimos doze meses situou-se em 17,34 por cento, superior em 3,06 pontos percentuais comparativamente ao mês de Dezembro de 2015.

As classes 01, 07 e 04 – “alimentação e bebidas não alcoólicas”, “transportes” e “habitação, água, electricidade e combustíveis” foram as que mais contribuíram para a inflação registada no mês em análise com 0,80 , 0,74 e 0,70 pontos percentuais, respectivamente. As de “educação”, “transportes” e “habitação, água, electricidade e combustíveis” foram as que mais variaram, com 15,92; 11,03 e 6,45 por cento, respectivamente.

Dentre as demais províncias, objecto de recolha oficial do nível geral de preços, por parte do Instituto Nacional de Estatística (INE), a do Uíge foi a que registou a taxa de inflação mensal mais baixa, isto é, de 1,99 por cento, sendo Luanda a que registou o maior aumento, 3,43.
No mesmo período, a luibor “overnight” situou-se em 11,30 por cento ao ano, nas maturidades de 3 e 12 meses em 12,10 e 13,31, respectivamente.

De acordo com dados preliminares, no mês de Janeiro de 2016, o crédito à economia cresceu 3,01 por cento.
No mês de Janeiro, os bancos comerciais adquiriram divisas no valor de 638,28 milhões de dólares no mercado cambial, dos quais 493,22 milhões ao BNA e o remanescente aos seus clientes.

No mercado cambial primário, a taxa de câmbio média de referência no mês de Janeiro depreciou-se em 15 por cento face ao mês anterior, tendo-se situado em 155,616 por dólar dos Estados Unidos da América.

Venda de divisas
No período de 22 a 26 de Fevereiro, o BNA realizou venda de divisas no montante de 321,3 milhões de euros. Destes, 271,3 milhões em leilão de preço para cobertura de necessidades gerais de importação de bens e serviços. Outros 44,5 milhões para operações de natureza particular, relacionadas com AAA Seguro.

O documento publicado pelo BNA advoga que 5,5 milhões para operações de natureza particular, relacionadas com ajuda familiar, viagens
e remessas de dinheiro.

As taxas de câmbio médias de referência de venda do mercado cambial primário, apuradas ao final da semana, foram de 159,736 kwanzas/dólar e 178,747 para o euro.

Gestão corrente
Para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o BNA, enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 58,1 mil milhões de kwanzas, sendo 43,3 milhões em Bilhetes do Tesouro (BT) e 14,8 mil milhões em Obrigações do Tesouro (OT).

As OT emitidas foram nas maturidades de 2, 3 e 5 anos, a taxas de juro de 7,00; 7,25 e 7,77 por cento ao ano,
respectivamente.

As taxas de juro médias apuradas para os BT foram de 14,15; 15,50 e 16,58 por cento ao ano, respectivamente para as maturidades de 91, 182 e 364 dias, com uma variação respectiva de 0,12pp, 0,50pp e 0,63pp, face à semana anterior.

No segmento de venda directa de títulos ao público foi colocado o montante de 1,6 mil milhões de kwanzas, dos quais 1,4 milhões em BT, nas maturidades de 91, 182 e 364 dias, a taxas médias de juro de 14,19; 15,50 e 16,86 por cento ao ano, apuradas nas sessões da
emissão respectivas. Outros 231,0 mil em OTMN//TXC nas maturidades de 2, 3 e 5 anos, a taxas de 7,00; 7.25 e 7.77 por cento ao ano.

Operações monetárias
Para efeitos de regulação monetária, o BNA realizou operações de mercado aberto (OMA) na maturidade de 28 e 63 dias, tendo absorvido uma liquidez no montante de 14,4 mil milhões de kwanzas.

No mercado interbancário, os bancos comerciais realizaram entre si cedências de liquidez sem garantia de títulos, no montante de 9,0 mil milhões, sendo 1,0 mil milhões na maturidade overnight e o restante valor em maturidades distintas. O volume médio diário de transacções foi de 3,0 mil milhões, inferior em cerca de 71,88 por cento ao da semana anterior.

A luibor overnight (1 dia) apurada no último dia da semana, com base nas cedências de liquidez acima referidas, situou-se em 11,30 por cento ao ano, sem nenhuma variação face à taxa da semana anterior.