O ministro das Finanças, Archer Mangueira, conferiu posse recentemente em Luanda aos membros dos conselhos de Administração das novas Empresas Públicas de Água e Saneamento, criadas recentemente à luz do processo reestruturação e redinamização institucional do sector das águas.
Na ocasião, Archer Mangueira sublinhou a importância do novo processo de alteração do modelo de funcionamento do sector empresarial, tendo em conta as transformações que o país está a atravessar em especial no referido sector.
“Há um processo de ajustamento à nova realidade sócio-económica e essas alterações exigem dos profissionais ora empossados o seu talento, as suas habilidades e o empenho de cada um para alcançar os objectivos preconizados que são, entre outras, o pressuposto para o sucesso na actuação destas empresas públicas”, frisou o ministro das Finanças referindo-se também ao ajustamento que foi observado recentemente nas tarifas das águas.
Por sua vez, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, enfatizou os grandes objectivos das empresas provinciais de águas criadas recentemente para atender as exigências em todas as províncias do país.
“Dedico uma mensagem de encorajamento aos responsáveis, uma vez que as empresas de águas estão a nascer e elas têm de responder aos investimentos que o Estado tem feito. Estes investimentos têm de ter retorno para que haja também a possibilidade de se fazer a sua manutenção e garantir uma qualidade de serviços boa aos clientes e cidadãos”, disse.