No seguimento da sua estratégia de introdução faseada das novas notas da família do kwanza, o Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou  através de um comunicado de imprensa que entra hoje (31) em circulação no mercado as notas com valores faciais de 1.000, 2.000 e 5.000 kwanzas, respectivamente.

O documento publicado na página de internet do Banco Nacional de Angola (BNA) recorda que após ter sido feita a inclusão no mercado das notas de 50, 100, 200 e 500 kwanzas, a 22 de Março, e, no âmbito da sua função de Banco Central e emissor, coloca agora em circulação as notas de maior valor facial da família do kwanza.

Para o BNA, em matéria de segurança, as novas notas destacam a textura em alto-relevo, a marca de água, o filete metálico, um componente de deslocação de cor e a considerável melhoria da qualidade do papel.

O acesso às novas notas por parte dos cidadãos continua a ser facilitada por via dos bancos comerciais, sendo que o BNA conta com o sentido de colaboração de toda a sociedade na preservação, em bom estado, das cédulas do kwanza, um activo que é símbolo de soberania nacional e que a todos compete conservar.

Comité de Política Monetária
Por seu lado, o Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola na sua reunião de terça-feira (28), no caso a vigésima sessão ordinária, com vista à tomada de medidas de política monetária que concorram para a manutenção da estabilidade de preços na economia nacional.

Nesta reunião do CPM também foi analisada a evolução da inflação, da economia real, das contas fiscais e monetárias, bem como a informação recente sobre a conjuntura económica regional e internacional. A análise do comité foi feita com base nas informações referentes ao mês de Abril de 2013.

Moedas e finanças
• No mês de Abril, a taxa de inflação mensal foi de 0,60 por cento (pc), inferior à registada em Março, que foi de 0,66 por cento (pc), sendo que contra as dos últimos 12 meses registou uma diminuição, passando de 9,11 para 9,00 pc;

•  A luibor “overnight” situou-se em 6,2 pc ao ano, enquanto nas maturidades de 3 e 12 meses, a luibor se situou em 8,89 e 10,23 pc ao ano, respectivamente;

• No mês de Abril, o crédito à economia registou um aumento de 0,18 pc, tendo atingido o stock de mais de 2,6 milhões de kwanzas, enquanto que a taxa de juro média do crédito de 181 dias a 1 ano em moeda nacional aumentou para 12,53 pc para o segmento de particulares e diminui para 13,70 para o segmento empresarial.

Entre as decisões do encontro do CPM, há a destacar a manutenção das Taxa Básica de Juro - Taxa BNA - em 10,00 pc ao ano; a Taxa de Juro da Facilidade Permanente de Cedência de Liquidez em 11,25 pc ao ano; e a Taxa de Juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez em 1,00 pc ao ano.