O índice de preços grossistas (IPG) registou uma variação mensal, no período de Outubro 2017 a Novembro de 2017, de 1,12 por cento, cerca de 0,06 pontos percentuais inferior a registada no período anterior.
A variação homóloga do mês de Novembro de 2016 a Novembro de 2017 foi de 15,53 por cento, com o registo de uma diminuição de 13,85 pontos percentuais em relação ao mês homólogo.
Em termos de tendência, a taxa de inflação homóloga experimentou uma aceleração acentuada de Maio a Dezembro de 2016, seguida de um período estável de Janeiro a Maio de 2017 e desaceleração nos últimos meses, Junho a Novembro de 2017.

Produtos nacionais
Durante o mês de Novembro de 2017, os preços dos produtos nacionais aumentaram em 1,19 por cento, comparados com os preços do mês de Outubro de 2017, sendo a secção A - agricultura, produção animal, caça e silvicultura com 1,22.
Os produtos que tiveram maior variação de preços neste grupo foram os seguintes: ovos com 7,14 por cento, repolho com 4,46, alho com 3,87, arroz corrente com 3,73, tomate com 2,91, cabrito com 2,90, milho em grão com 2,36, batata rena com 2,22, mandioca com 1,84, pimento com 1,65, cenoura com 1,62, leite fresco com 1,61, cebola com 1,38 e manga com 1,37, entre os principais. A variação acumulada dos produtos nacionais de Janeiro a Novembro de 2017 é de 14,07 por cento.
Importados.
Durante o mês de Novembro de 2017, os preços dos produtos importados tiveram um aumento de 1,10por cento, influenciado basicamente pela variação de preços verificada na secção A - agricultura, produção animal, caça e silvicultura com 1,37.
Os produtos que mais aumentaram de preços foram os seguintes: batata rena com 2,27, ginguba com 1,98, feijão verde com 1,91, cebola com 1,66 e cenoura com 1,50 cada, repolho com 1,47, feijão castanho com 1,46, alho com 1,45, tomate com 1,31, pera com 1,26, milho em grão com 1,24, laranja com 1,05, limão com 0,83, ovos com 0,69, grão-de-bico com 0,33 e flores com 0,18, entre os principais. A variação acumulada dos produtos importados de Janeiro a Novembro de 2017 foi de 14,11 por cento.

Contribuição por secções
A inflação global do mês de Novembro de 2017 foi de 1,12 por cento, sendo a contribuição dos produtos importados a que maior participação teve com 0,87 pontos percentuais ou seja 78 por cento, enquanto que a contribuição dos produtos nacionais foi de 0,25 pontos percentuais o que corresponde a 22 por cento do valor da inflação global.
A inflação dos produtos nacionais em Novembro de 2017 foi de 1,19. A secção D – indústria transformadora com 0,75 pontos percentuais, foi a que mais contribuiu neste aumento.