O índice de preços grossistas (IPG) registou uma variação mensal, no período de Novembro a Dezembro de 2016, de 1,25 por cento, cerca de 0,79 pontos percentuais inferior a registada no período anterior.
A variação homóloga do mês de Dezembro de 2015 a Dezembro de 2016 é de 29,85 por cento, registando um aumento de 18,13 pontos percentuais em relação ao mês de Dezembro de 2015. Em termos de tendência, a taxa de inflação homóloga experimenta a aceleração, facto este, que teve o seu início a partir do mês de Janeiro de 2015.
Durante o mês de Dezembro de 2016, os preços dos produtos nacionais aumentaram em 1,30 por cento, comparados com os preços do mês de Novembro do mesmo ano, sendo a secção pesca, a que maior aumento de preços registou com 1,69 por cento. Os produtos que tiveram maior variação de preços neste grupo foram o cachuchu com 3,02 por cento, sardinha com 2,69, espada com 2,60, carapau com 1,46 e corvina com 0,81 por cento, entre os principais.
A variação acumulada dos produtos nacionais de Janeiro a Dezembro 2016 é de 24,17 por cento.

Variação dos produtos importados
Durante o mês de Dezembro de 2016, os preços dos produtos importados tiveram um aumento de 1,24 por cento, influenciado basicamente pela variação de preços verificada na secção agricultura, produção animal, caça e silvicultura, com 2,08 por cento. Os produtos que mais aumentaram de preço foram feijão verde com 4,44 por cento, limão com 2,80, maçã com 2,76, grão-de-bico com 2,43, alho com 2,38, feijão castanho com 2,32, cenoura com 2,26, laranja com 2,23, tomate com 2,19, ovos e batata rena com 2,02 cada.
Contam ainda a cebola com 1,94, pêra com 1,76, milho grão com 1,73, ginguba com 1,36 e flores com 0,10 por cento, entre os principais.
A variação acumulada dos produtos importados de Janeiro a Dezembro de 2016 foi de 31,47 por cento.

Produtos nacionais e importados
A inflação global do mês de Dezembro de 2016 foi de 1,25 por cento, sendo a contribuição dos produtos importados a que maior participação teve com 0,98 pontos percentuais ou seja 78 por cento, enquanto a contribuição dos produtos nacionais foi de 0,27 pontos percentuais o que corresponde a 22 por cento do valor da inflação global.

Inflação
A inflação dos produtos nacionais em Dezembro de 2016 foi de 1,30 por cento. A secção indústria transformadora com 0,72 pontos percentuais, foi a que mais contribuiu neste aumento. Os produtos que mais contribuiram foram a gasosa nacional com 0,26 pontos percentuais, cerveja nacional com 0,21, cimento com 0,05, sabão em barra e detergente em pó com 0,02 cada, vinho, pão cassete, óleo de soja, cigarros com 0,01 cada, entre os principais.
A inflação dos produtos importados em Dezembro de 2016 foi de 1,24 por cento. A secção indústria transformadora com 1,17 pontos percentuais, foi a que mais contribuiu para a variação de preços dos produtos importados. Os produtos que mais contribuiram foram o arroz agulha com 0,11, cerveja e frango congelado com 0,06 cada, carne de porco (entrecosto) com 0,05 pontos percentuais, pilhas eléctricas, sapatos para homem e massa alimentar com 0,04 pontos percentuais cada, fuba de milho.