Os preços que são praticados actualmente em Angola pelas unidades hoteleiras estão a preocupar os cidadãos nacionais pelo facto de estarem muito acima do poder financeiro da população.
Algumas pessoas ouvidas pelo JE dizem ser absurdos os valores cobrados nas diárias nos hotéis da capital e não só. Durante a ronda, o funcionário público Adão Bula disse que, apesar do crescimento da rede hoteira em Luanda e similares e consequentemente o aumento do número de quartos, os preços dos hotéis ainda são considerados bastante altos. Adão Bula afirma que são poucos os angolanos que têm capacidade para suportar até 60 mil kwanzas do valor cobrado pelas unidades hoteleiras.
Por sua vez Geovany Félix, considerou ser necessário a valorização dos quadros nacionais.
E entende que os preços praticados, por exemplo, no Hotel de Convenções de Talatona (HCTA) em Luanda, hotel de cinco estrelas, que rondam dos 94.160 a 1.070.000 kwanzas, são absurdos. Os quartos standard de luxo neste hotel custam Kz 94.160, o king size bed, Kz 171.200, júnior suite 256.800, suite executiva Kz 256.800, suite presidencial kz 1.070.000 e suite villa Kz 963.000.
Confrontada sobre a tarifa do Hotel Epic Sana, Laura Bernardo, a funcionária pública respirou fundo. E disse, no entanto, que o referido hotel consta entre os mais procurados por parte dos clientes apesar dos preços. De acordo com um dos funcionários, que preferiu o anonimato 90% dos ocupantes dos hotéis de cinco estrelas pertencem a empresas estrangeiras.
Por sua vez, o empresário Jorge Amado mostrou-se preocupado com os preços dos quatos na capital, que ronadam, em média, entre 124.900 e 600 mil kwanzas, quando a meta é estimular o turismo interno para se diversificar a economia.
Nair Valente, empresária, quer ver melhorado nos próximos anos os preços dos hotéis. Para si, os preços que os hotéis praticam vão de acordo com os custos de manutenção dos mesmos.
Por isso, acha impossível um hotel de cinco estrelas cobrar 20 mil kwanzas por uma diária, sabendo que muitos deles trabalham com geradores.
Já a estudante Rosa Mendes defende o reajuste nos preços dos hoteis. Para si, existem hotéis que praticam preços normais como o Agatha e Tivoli cujas tarifas variam dos 16 a 30 mil kwanzas.
De acordo com dados da Associação dos Hotéis e Resorts de Angola (AHRA), os elevados preços dos hotéis devem-se às condições do mercado.