Os principais supermercados da capital angolana registam um ligeiro abrandamento de clientes nas últimas semanas, quiçá resultante das dificuldades financeiras ou mesmo porque já se venceu o período normal de pagamento de salário. Com alta disponibilidade de produtos, ainda assim, os supermercados da rede Maxi, que visitamos, não registam enchentes de causar susto. Igual cenário foi constatado no Candando. Um pouco mais movimentado pareceram-nos o Kero e o Alimenta Angola. A equipa do “Hora das Compras” foi esta semana ver o cenário das unidades retalhistas, que têm dado nos últimos tempos mais qualidade em atendimento e produto disponível ao mercado da distribuição.
Um dado verificado com alguma frequência no interior do Kero do Kilamba é o fraco sinal dos Terminais de Pagamentos Automáticos (TPA), que faz com que algumas vezes para pagar-se um produto recorra-se às caixas automáticas, também conhecidas vulgarmente como multicaixas, instaladas sempre à entrada ou num ponto das lojas.