Os terminais de Multicaixas da cidade de Luanda já estão mais acessíveis, desde ontem, quinta-feira, segundo constatou a nossa reportagem nas zonas da Mutamba, Samba - Zamba 2, Corimba, Benfica e Kilamba.
O cenário encontrado esta quinta-feira contrasta com os de sábado até terça-feira última, quando o fluxo de pessoas à procura de dinheiro fazia enormes filas e algum desentendimento no caso de clientes que estivessem a tirar dinheiro com mais de dois cartões, o que significava um levantamento de pelo menos 150 mil kwanzas.
Esta semana, segundo declarações da Empresa Interbancária de Serviços - Emis, citados pelo Jornal de Angola, o pagamento da Dívida Pública às empresas pelo Ministério das Finanças, associado ao dos salários da Função Pública e outros, eram as coisas da pressão que se estava a exercer aos terminais.
No quadro da bancarização, na Zona do Patriota estão implantados pelo menos 14 bancos, num total de 16 balcões e mais de 30 caixas automáticas, vulgo multicaixas.
De acordo com um levantamento efectuado, lá, os operadores BIC e BFA estão com duas agências cada e juntam-se ao Keve, BAI, Millennium Atlântico, Standard Bank, Económico, Caixa Geral Totta, BCI, BPC, Finibanco, BNI, Sol e BCA. O extinto Banc tem ainda uma estrutura física, mas já não atende o público, após retirada da licença de operações em Fevereiro pelo BNA. IL