A seguradora Global Seguros pretende crescer 20 por cento, este ano, apesar do período menos favorável que a economia angolana enfrenta, segundo afirmou o presidente do Conselho de Administração da Global Seguros (GS), Rui Campos.
O gestor, que falava recentemente, em Luanda, durante a gala de mediadores e correctores de seguro, explicou que no ano de 2016 a empresa cresceu menos em ralação a 2015, mas que tudo está a ser feito para que este desempenho seja favorável.
Sublinhou ainda que a seguradora está a traçar estratégias e acções de venda no sentido de identificar nichos de mercado que precisam de ser assegurados de modo a manter

o nível de crescimento.
Rui Campos afirmou que o objectivo é continuar a ter seguros estruturados e que protejam o risco das pessoas ou das empresas que os adquiram.
“É sabido que o país está atravessar dificuldades económicas o que afectou também a actividade seguradora e isso teve um impacto brutal no rendimento das famílias”, ressaltou.
Acrescentou, por outro lado, que diante deste cenário difícil, o seguro é um dos cortes que as famílias fazem para minimizar os custos, sendo que o mesmo acontece também com as empresas. Rui Campos disse ainda que a Global Seguros vai, em breve, apostar na vertente do micro-seguro, para permitir que as pequenas e médias empresas tenham acesso ao seguro.
Sobre o certame, fez saber que é uma actividade que acontece todos os anos e reúne mediadores e correctores de seguro, que são os parceiros na conquista do mercado segurador angolano, sendo por essa via uma oportunidade para que em conjunto se discutam os vários assuntos sobre o sector e perspectivarem-se melhorias.