Segundo a directora dos Serviços Aduaneiros, Inalda Manjenje, a implementação do sistema permite efectuar uma gestão integrada e electrónica de todos os procedimentos ligados ao desalfandegamento de mercadorias e a desmaterialização.
O referido sistema é designado por Asycuda World, cuja fase experimental foi lançada na 4ª Região Tributária, na província de Benguela. Já a nível do processo de pagamento, este sistema oferece uma maior celeridade, com a redução do número de formulários, pedidos e requerimentos, assim como do tempo de desalfandegamento de mercadorias e dos custos relacionados.
“Teremos o reforço e maximização dos controlos aduaneiros, automatização dos processos que, actualmente, são geridos de forma manual, disponibilização em tempo real de dados estatísticos do comércio externo”, disse.