A internacional Business Machines (IBM) em parceria com a KPMG apresentaram ontem, em Luanda, um software denominado “Blockchain” para o sistema financeiro angolano.
O software funciona com sistemas abertos e incorpora os data center dos clientes que estejam localizados em Angola.
O director da Internacional Business Machines (IBM) para a área de software na África Central, Carlos Fernandes, disse que a Blockchain pode ser diferenciador no sistema financeiro angolano uma vez que países em África, na Europa e Estados Unidos já o adoptaram.
Estas tecnologias estão baseadas nas últimas stands da indústria a nível de segurança. Toda informação é incriptografada. Só quem tem as chaves para fornecer esta informação é que vai ter capacidade de aceder à informação.
Carlos Fernandes acrescenta que a inovação da IBM aplicada no sector financeiro pode agilizar em muitos processos da área da banca que são morosos e complexos.
“Entendemos com base na experiência dos outros países com processos similares que estes sistemas podem ser bastante vantajosos, não só para o sector financeiro, mas no final para as empresas
e o cidadão”, disse.
Por outro lado José Garrido, da KPMG, disse que as novas tecnologias permitem acelerar e melhorar o processo das organizações, e a tecnologia do Blockchain permite a partilha de dados de forma distribuída, pelos vários participantes de uma rede que pode ter diferentes propósitos, pode ser implementada em diversos sectores.
Cita alguns exemplos desta tecnologia, como ter uma identidade digital em que se pode conseguir para cada nova criança que nasce garantir um registo, seria partilhado pelas várias entidades que necessitariam ter este registo, desde os bancos, escolas e hospitais, esta partilha seria feita de forma descentralizada e não centralizada como ocorre actualmente.
De uma forma muito simples, a tecnologia de Blockchain é uma base de dados distribuída e descentralizada que regista todas as transacções efectuadas numa rede onde todos os membros dessa mesma rede acreditam e confiam na informação guardada nesse banco de dados segura e imutável.
É no conceito de informação distribuída pelos diversos membros da rede, que assenta a sua vantagem, criando consenso e confiança na comunicação directa entre partes, sem intermediação de terceiros. Pense nesta base de dados como um livro de registos, onde são apontados todos os movimentos feitos dentro da rede.
O facto de cada pessoa ter um livro de registos actualizado em tempo real permite evitar fraudes e representa o ingrediente secreto do Blockchain, cuja tecnologia assenta em algoritmos de criptografia avançada, acrescentou o gestor.