Os técnicos e especialistas do Tribunal de Contas realizaram, na terça-feira, em Luanda, uma acção formativa com o objectivo de capacitar os gestores dos diferentes departamentos ministeriais e entidades que lidam com matérias de contratos.
Garantir a melhoria e uma gestão mais racionalizada, eficiente e transparente dos recursos públicos foi também dos objectivos que norteou esta formação.

Aliás, como se deu a ver no decorrer da formação, a forma diferente de interpretação de alguns diplomas tem sido causa de incompreensão nas tarefas de uns e outros. O Tribunal de Contas diz pretender reforçar a sua acção no que diz respeito à fiscalização preventiva, sucessiva e visou ainda introduzir a concomitante, uma terceira variante da fiscalização e através da qual pretende aproximar-se mais dos agentes públicos que lidam com os contratos públicos.

Em desenvolvimento...