As funções de uma secretária executiva não se resumem apenas no apoio e auxílio ao executivo, mas também tem como objectivo a complementação e o desenvolvimento do trabalho do mesmo.
Esta profissão evoluiu de papel e hoje vai além dos  seus requisitos básicos, isto é, hoje ela é considerada o braço direito de grandes líderes do mercado, bem como garante a sua participação directa ou indirectamente nos processos decisórios que se fazem dentro do ambiente corporativo.
Entre as funções de uma secretária executiva estão:  o controlo da agenda e dos compromissos do executivo;  planeamentos de viagens; despacho e conferência de documentos; organização de arquivos; atendimento telefónico internacional;  a recepção de clientes; o auxílio departamental; planeamento e organização de festas e eventos.
Por  outro  lado, o atendimento  e apoio a clientes internos e externos;  acompanhamento e preparação de reuniões; realização de actas; pagamentos de contas; domínio em informática (excel, powerpoint, internet, outlook, etc); domínio fluente de idiomas estrangeiros (no mínimo inglês);  obter uma boa comunicação;  ajudar no desenvolvimento da organização;  ter participação nas decisões da empresa;  ser o braço direito do executivo são outros elementos fundamentais que estes profissionais devem saber lidar.
De acordo com todas as funções acima apresentadas, ela se torna peça-chave e indispensável na gestão organizacional de alta qualidade dentro das empresas. É importante ressaltar também que ser uma secretária bem informada sobre os assuntos e factos que possam ser de interesse para a empresa é essencial.
Para se tornar uma Grande Secretária Executiva é necessário primeiramente se especializar o máximo que puder nas diversas áreas que englobam a prática de secretariado, pois só com o conhecimento será possível progredir e galgar para posições mais estratégicas e importantes no mercado de trabalho rumo ao sucesso.
O uso das tecnologias, a globalização e a complexidade da gestão evoluíram a actuação da secretária. A profissão está regulamentada  há 25 anos; os profissionais adquiriram maturidade,inovaram em sua prática e hoje possuem know-how para os novos horizontes: secretariado, assessoria, consultoria, cogestão e empreendedorismo.